A origem da espada na dança, não é definitiva, pode se associar tanto a cultura egípcia ou a árabe, como também pode ser explicada por várias lendas e suposições.

Uma dessas lendas dizia que é uma dança em homenagem à deusa Nei, uma Deusa Egípcia Guerreira. Ela simbolizava a destruição dos inimigos e a abertura dos caminhos. Outra, diz que na Antigüidade as mulheres roubavam as espadas dos guardiões do rei para dançar, com o intuito de mostrar que a espada era muito mais útil na dança do que parada em suas cinturas ou fazendo mortos e feridos.

Dizem também, que a dança da espada surgiu como uma forma simbólica de libertação das mulheres, que em diversos contextos históricos, foram subjugadas pelos homens. Assim, elas começaram a dançar com estas armas de guerra, símbolos da violência e do poder com movimentos sinuosos, delicados e com equilíbrio, mostrando total controle do objeto. A lição de moral é muito bela e representativa: “Você controla a minha vida, mas não o meu espírito.”

É uma dança que exige equilíbrio, pois há movimentos em que se equilibra a espada em partes do corpo, além de exigir força, já que a espada é um pouco pesada. Uma boa música  seria algo misterioso com momentos de marcações são ideais para se equilibrar a espada.

Numa performance com a espada precisa demonstrar calma e confiança ao equilibrá-la em diversas partes do corpo, pontos de equilíbrio mais comuns: cabeça (realizando giros), queixo, ombro, quadril, coxa, cintura, peito, dorso das mãos e nas pernas com muita suavidade e precisão.  É importante também escolher a música certa, que deve transmitir certo mistério.

Do que ela é feita? A espada pode ser de diversos materiais e ter vários pesos. Em geral, são prateadas. As egípcias e argentinas são mais pesadas e possuem desenhos e ornamentos tanto no cabo quanto no metal. Aqui no Brasil, você encontra também as opções em inox, com menos detalhes e muito mais leves. O cabo pode ser em metal, madeira ou com acabamento em couro.

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *